O Astrólogo

Subdimensão

exibições 475

Eu que fiz as estrelas
Criei o espaço e oi vazio...
Comecei tudo de novo
Medo, água fogo e luz.

Juntei a vida ao imaginário
E me compus a imagem do sábio,
Guardei o maior segredo do universo
E me tornei o astrólogo.

No caminho de volta
Parei no passado.
Olhei nos olhos de minha amada
E disse que era o senhor dos sentimentos.

Naquele momento
Tal fúria me sufocou
E eu me abriguei num lugar escuro...
Que eles chamam de mente
Onde os homens comem ratos e as crianças
Brincam com serpentes....

A pequena Ellen foi estuprada
Na festa de 100 anos de seu pai
A violência predominava
E eu ali sentado
Mas um dia algo mudou
Cacei o feiticeiro mestre
E o expulsei do universo.

Após regar as rosas plantei esperança no jardim
Pois se alguém me conhecer terá encontrado o infinito.