Nos encheram de comida e informação
Nós herdamos a malícia e a destruição
Ensinaram o consumo como diversão
Não ver a desigualdade e a poluição
Nos tiraram energia para reagir
Esperando acomodados ver tudo cair
Os filhos abandonados sem educação
Esperando inanimados por alguma ação

Não diga que nós somos
Os únicos culpados

Eu sei que você sabe quem eu sou
Eu sou mais um exemplo da nação
Eu sou o porta-voz da geração que nasce
Eu sei que você sabe quem eu sou
Não somos resultado da razão
Nós somos a real revolução que nasce

Nos encheram de preceitos e contradição
Nós mudamos os conceitos pela distração
Ensinaram a mentira e a contravenção
Preferir tranqüilidade e alienação
Esconderam nossas armas para reprimir
Nossa busca pela própria razão de existir
Perdidos no anonimato de uma multidão
Aceitando o destino de escravidão

Não diga que nós somos
Os únicos culpados

Eu sei que você sabe quem eu sou
Eu sou mais um exemplo da nação
Eu sou o porta-voz da geração que nasce
Eu sei que você sabe quem eu sou
Não somos resultado da razão
Nós somos a real revolução que nasce

Adicionar à playlist Tamanho Cifra Imprimir Corrigir
Enviada por Debora. Revisões por 2 pessoas . Viu algum erro? Envie uma revisão.