Foto do artista Suricato

Superfície Da Gente

Suricato


É como acordar e já prever o dia inteiro
Se acostumando ao mesmo papel no roteiro
Onde tudo a sua volta parece ensaiado
Pra onde estão indo?

E se estão pensando em algo
Além de contas a pagar
Ou um jeito novo de dissimular
Cotidianamente
Na superfície da mente

Da janela, os carros passam iguais em pressa
E a certeza que da vida que me resta
É querer mais um pouco menos
Te desejo tempo pra pensar
E dizer não um pouco mais pra vida que inventaram pra você
Além de contas a pagar, ou um jeito novo de dissimular
Desverticalizando a mente
Na superfície da gente

Adicionar à playlist Tamanho Cifra Imprimir Corrigir
Composição: Diogo Gameiro / Rodrigo Suricato · Esse não é o compositor? Nos avise.
Enviada por Suricato
Viu algum erro na letra? Envie sua correção.