A lua seca se escondeu
Nas asas de um carcará
Cravando um mascavo
De olhos teus
Nesse forte estranho amor
Perfurando tua ingênua flor

A palma seca amoleceu
Cozida então virou jantar
Salvando meu corpo
Me prometeu
Não me causar tanta dor
Pois sua faca cega amolou

Foi o vento que levou
Teu cheiro de veludo
Rasgado animal
E eu um bicho enfeitiçado
Em corpo endiabrado
Fincando-lhe um punhal

Adicionar à playlist Tamanho Cifra Imprimir Corrigir
Composição: Diego Dornelles / Tagore Suassuna · Esse não é o compositor? Nos avise.
Enviada por Letícia
Viu algum erro na letra? Envie sua correção.