Panapanã, panapanã
Voai, voai moça bonita
De pele rara e natureza mãe
Não quer servir a relicário ou quadro ou foto azul
Por vaidade
Voai, voai
Panapanã

Panapanã
De asas, flores, néctar,
casulo, sorte, selva
De cores, vida
Metamorfose e luz
Menina panapanã

Panapanã, panapanã
Polinizai a terra
Tal solo de fruto amor
Num leve vôo leve a divagar
Panapanã
E ao estrelar do céu, abrigo e paz
Hei de zelar
Dama da noite a perfumar
Panapanã
Panapanã

Adicionar à playlist Tamanho Cifra Imprimir Corrigir

Posts relacionados

Ver mais posts