É a nossa hora de encontrar
Todos nossos sonhos nesse lugar
O amor eu sempre vou
Seguir aonde eu for
Pela floresta eu vou me perder (na neblina)
Tranquilamente a um lugar qualquer (sempre vou)
Andando em voltas nessa torre, que é de pedra e solidão
E aí eu sinto um vento frágil vindo me soprar (gentilmente)
E a neblina vai se dissipar (transparente)

E na distância posso enxergar seu sorriso a me esperar
Vejo seu rosto. Quero logo poder contar
A saudade que sentir... Você não faz ideia!
Veja as lágrimas de um rosto cansado de esperar você chegar
A noite inteira, as estrelas e eu, a esperar o sol então raiar
Deixa a esperança nos guiar, e esse vento nos levar!
(Querida, não abandone o que mais quer
E a coragem surgirá aonde estiver
De um pedacinho de esperança ou de um desejo
Que você fizer, o som da flauta vem cortando o vento
Ecoando do chão ate o céu, muito longe
Pois essa é a hora e já começou a nossa história)

Mesmo se a neblina retornar (outra vez)
Não vou me perder se você está lá (nunca mais)
Porque eu sei que você está bem comigo aonde eu vá!
E aí eu vejo nuvens prateadas a passar (por ali)
O caminho no montanha a brilhar (vou cruzar)
E as aves que trazem a flor da manhã eu vou buscar
Levo comigo tudo que eu puder lembrar
Do seu rosto seu olhar, e seu lindo sorriso

Sem ar! É como eu fico só de pensar em te ver mais uma vez!
Feche seus olhos já, por um instante então
Segure a minha mão deixar o tempo passar!
Não é simples assim mas não tenho porque
Ter medo se você está aqui pra mim!
(Eu quero logo poder te contar o que senti a saudade
E tão grande, você não faz idéia
Estão procure enxergar no rosto, essas lágrimas
Já estava cansado de esperar você chegar)
A noite inteira, as estrelas e eu, a esperar o sol estão raiar
Deixa a esperança nos guiar, e esse vento nos levar!

Adicionar à playlist Tamanho Cifra Imprimir Corrigir