Cada vez que olho para o céu depois de chover
Lembrando o quanto fraco eu costumava ser
Vivendo à sombra de alguém na escuridão
Pensando ali, queria ser mais forte

Reconhecimento e gratidão o vento levou
Pra me olhar e perguntar, quão forte estou?
Sem ter resposta ainda em mim, tem algo que eu sei
Não vou desistir, em frente eu irei

Vamos lá, sem parar prosseguiremos
Sem nos dar por vencidos através do tempo e continuar
Seguirei me levantando
Pois há em mim algo que levarei e não se perderá

A voz que há em mim ressoa de tal forma
Sempre, sempre voltando a me sustentar
Mesmo que a tempestade venha pra me atormentar
Nunca irei voltar atrás

Vamos lá, sem parar prosseguiremos
Sem nos dar por vencidos através do tempo e continuar
Seguirei me levantando
Pois há em mim algo que levarei e não se perderá
Em um futuro para acreditar!

Adicionar à playlist Tamanho Cifra Imprimir Corrigir