Aprenda inglês com a maior plataforma de letra de música da América Latina Assista 3 aulas grátis
exibições 51.324

Caras Como Eu

Titãs


Caras como eu
Estão ficando raros
Como cabelos ralos
Que se partem e caem pelo chão

Caras como eu
Estão tirando o pé
Andando em marcha-ré
Com medo de entrar na contramão

Como trens do interior
Que não chegam no horário
Como velhos elefantes
Que morrem solitários

Caras como eu
Estão ficando chatos
Como solas de sapatos
Que se gastam
Com o passar do tempo

Não vou mais medir o tempo
Não vou mais contar as horas
Vou me entregar ao momento
Não vou mais tentar matar o tempo

Como palavras de amor
Que não se guardam em disquetes
Como segredos sem valor
Que a gente nunca esquece

Caras como eu
Estão ficando velhos
Calçando os seus chinelos
Concluindo que não há mais tempo

Não vou mais medir o tempo
Não vou mais contar as horas
Vou me entregar ao momento
Não vou mais tentar matar o tempo

Não vou mais medir o tempo
Não vou mais contar as horas
Vou me entregar ao momento
Não vou mais tentar matar o tempo

Adicionar à playlist Tamanho Cifra Imprimir Corrigir
Composição: Tony Bellotto. Essa informação está errada? Nos avise.
Legendado por jose. Revisões por 4 pessoas . Viu algum erro? Envie uma revisão.

Você não precisa da tradução para entender essa letra!

Participe do evento e aprenda inglês com música

Quero participar

Posts relacionados

Ver mais no Blog