Sem Preconceito

Túlio Dek

exibições 49.453

Área de escorpião o lado pesado da canção
Túlio Dek está chegando e rimando na parada

Sem preconceito, sem preconceito eu vou levando a minha vida desse jeito.
Sem preconceito, sem preconceito eu vou levando a minha vida desse jeito.

Que diferença faz se eu sou preto, branco, rico ou pobre.
O importante é que eu rimo e meu estilo é nobre
Que diferença faz se eu sou do moro ou do asfalto
Um dia tu tá no topo, no outro tu tá lá embaixo.
Que diferença faz se meu cabelo é enrolado ou liso
A parada é fazer teu próprio estilo
To cansado dessa merda, já to de saco cheio.
Eu não agüento mais essa parada de preconceito
Preconceito com o que eu faço, de como eu me visto.
Preconceito com que eu consigo ou tenha conseguido
Amarelo azul, branco, rosa ou vermelho.
Antes de julgar alguém irmão se olhe no espelho.
Cada um é o que é, seja o que tu quiser.
Seja o dono do mundo, ou seja, o zé mane
Não importa da onde tu vem, nem o que você faz.
No fim da vida acredite, somos todos iguais
Mas não fique ai parado esperando acontecer
Vai ver o mundo lá fora, vai ver o sol nascer
Viva sua vida sem medo de arriscar
Se vai dar certo ou não o importante é tentar
Não tenha vergonha do que os outros vão pensar
Para ser alguém na vida, basta acreditar.
É só caindo no chão que se aprende a levantar
Nem um pássaro no mundo nasce sabendo voar
Não fique programando tudo para a hora H
Se algo der errado, aprenda a improvisar.

Ai Taide o que tu acha disso?
Fala ai irmão, diz.

Tenho que concordar contigo, tá certo o raciocínio.
Infelizmente muitos por ai não concordam com isso
Ao invés do positivo, preferem o negativo.
Escrevem qualquer coisa totalmente sem compromisso
Não sei sinceramente onde eles querem chegar
Não sei sinceramente no que isso pode ajudar
Mas sei, um mais um tem força de 100.
E que 100 sem nenhum a força perde também
Todo mundo hoje vive a lei do cão
Todos vão ser enterrados no mesmo chão
Pai, mãe, irmã, irmão.
Preto, branco, rico, pobre, polícia, ladrão.

Não dou tanta atenção assim para o preconceito
Infelizmente é uma doença que não tem mais jeito
E a verdade que domina e bate no meu peito
É a certeza de que prevalece o respeito
Não importa da onde você é, de que país ou cidade.
O importante é fazer música de verdade

Sem preconceito, sem preconceito eu vou levando a minha vida desse jeito.

Não dou tanta atenção assim para o preconceito
Infelizmente é uma doença que não tem mais jeito
E a verdade que domina e bate no meu peito
É a certeza de que prevalece o respeito (2x)

Não fique preocupado com que os outros vão dizer
Seja original, seja você.
Sempre haverá neguinho de olho grande
Sempre existirá filhos de Hitler ou de Gandi
Se eu sou playboy ou se sou bandi
Haverá guerras de amor, guerras de sangue.
Então ao invés de ficar pensando nos outros
Vai produzir algo na vida que te traga gosto
Não quero ódio, egoísmo nem falsidade.
Eu quero um banho de amor, sim e caridade
Fazer o bem sem precisar olhar a quem Deus está no ar, na água e em mim também
Eu quero uma gota de esperança nessa andança
Poder chorar, rir e brincar como uma criança.
E ver amar eternamente essa minha vida
Que é tão linda e sem ferida, vida vivida.
O sentimento de tristeza já foi embora
Para bem longe daqui, não, não volta agora.
É desse jeito que as coisas vão acontecendo
Eu vou levando minha vida viva e aprendendo

Não do tanta atenção assim para o preconceito
Infelizmente é uma doença que não tem mais jeito
E a verdade que domina e bate no meu peito
É a certeza que prevalece o respeito (2x)

Meu coração vai explodindo de tanta paz
Quem tem alegria, não quer nada mais.
Eu quero um dia encontrar assim um bom descanso
Ser coberto com o divino e sagrado manto
Felicidade já encontrei ela tá aqui
Em acordar pela manhã e poder sorrir
Felicidade se concentra no inesperado
Em um mendigo que está prestes a ser ajudado
Tá na estrela que brilha e embeleza o céu
Tá na força da palavra rabiscada no papel
Tá no sol que nasce lindo ao amanhecer
Caminhar pelo jardim ver florescer
Tá nas nuvens que tapam a imensidão
Na lua que ilumina e mostra o meu chão
Tô satisfeito, todo por inteiro.
Não preciso de glória, fama, nem de dinheiro
Só com o amor dessa vida eu me contento
O que me alegra, acalma e tira o meu tormento.

Não do tanta atenção assim para o preconceito
Infelizmente é uma doença que não tem mais jeito
E a verdade que domina e bate no meu peito
É a certeza que prevalece o respeito (2x)

É isso ai, Taíde aqui e Túlio Dek, pronto e disposto para bagunçar o set.
Escada serve para subir, serve para descer.
Sem o preconceito é assim que a gente vai vencer

O importante é unir força e seguir firme forte na batalha
Certo meu irmão, é assim que tem que ser.
União

É, é união
É Túlio Dek e Taíde na improvisação

O importante é fazer música de verdade
Muito obrigado
Tamos ai

Add a playlist Tamanho Cifra Imprimir Corrigir