Num lugar distante
Numa rua tão deserta
Tinha um cemitério antigo
Tinha uma catacumba aberta

Dentro da cova
Tinha pano de caixão
Tinha osso de defunto
Cravejado um coração

Raspa de vela
Sete novelos de linha
Tinha cadeado velho
Tinha sangue de galinha

Dentro da cova
Havia um vulto ajoelhado
Era Maria Padilha
Trabalhando pro diabo

Vem serrar madeira!
Vem serrar madeira!
Vem serrar madeira, boca da mata!
Oi, pomba-gira feiticeira!

Adicionar à playlist Tamanho Cifra Imprimir Corrigir