Samba Enredo 1992 - E a Magia da Sorte Chegou

G.R.E.S Unidos do Viradouro (RJ)


Uma estrela brilhou, brilhou
Brilhou, brilhou, brilhou,
Tão cintilante
Que, os magos, iluminou.
Será, será o novo Sol do Amanhã? Do Amanhã.
O arco-íris da aliança
Que não se apagará.
Vem do Oriente com sua arte de criar,
Na palma da mão lê a sorte
Com a magia do seu olhar.
Chegando ao Velho continente
A marca da desilusão,
Castigo, degredo, açoite,
Por que tanta discriminação?

A cada passo, a poeira levanta do chão.
Ferreiro, feiticeiro, bandoleiro (bis)
A liberdade é sua religião.

E vem chegando o dono desse chão.
No berço a mão do menino
Abriu-se ao destino,
Eis a Nova Canaã.
Ê, ê cigano,
Bandeirante em busca de cristais,
Canta, dança, representa,
Dá vida a nossos laços culturais.
Cigano rei, mineiro iluminado
O mundo não vai esquecer,
Plantou no solo brasileiro
A realização do amanhecer.
É uma Nova Era, ô ô
A Magia da Sorte chegou.

O Sol brilhará,
Surge a estrela guia
E sobre a proteção da Lua (bis)
Canta Viradouro
Que a sorte é sua

Adicionar à playlist Tamanho Cifra Imprimir Corrigir
Composição: Flavinho Machado / Gelson Rubinho / Heraldo Faria. Essa informação está errada? Nos avise.

Posts relacionados

Ver mais no Blog