Samba Enredo 1993 - Amor, Sublime Amor

G.R.E.S Unidos do Viradouro (RJ)


Vou levantar minha bandeira
Amor sublime amor (Que beleza!)
Meu sonho eu vou realizar
Esse futuro o que será?
Vou apertar o botão do coração
E vencer a força da razão
Da paixão primitiva à natureza em flor
É, ninguém resiste aos encantos do amor
Nasceu na floresta
Um guerreiro, um artesão
Na fonte da vida
O dono da terra defende seu chão
Negra Xica, eu te amo

Amor que renuncia, a corte zombou
Que divino exemplo, que lição de amor

Bandido amor no sertão
Em Palmares o grito do rei
No sonho do herói inconfidente
Mesmo que tarde a liberdade
Na arte o amor no gênio mulato
No Guarani e Orfeu do Carnaval
A Colombina não foi embora
Hoje o Pierrot não chora

Clareia mãe Oxum, clareia minha fé
Para as crianças a pureza
Do bem me quer, do mal me quer
A Viradouro clama em versos
Paz e amor no Universo

Adicionar à playlist Tamanho Cifra Imprimir Corrigir
Composição: Flavinho Machado / Gelson / Heraldo Faria. Essa informação está errada? Nos avise.

Posts relacionados

Ver mais no Blog