Proíbe Que Eu Gosto

Velhas Virgens

exibições 80

O homem bebe, o homem joga
O homem fuma, o homem se droga
O homem livre chapa por principio
E nenhuma lei pode acabar com isso

Pode fechar os bares, que a gente bebe em casa ou sob a ponte
Se proibir o fumo a gente fuma mesmo até a última ponta
Se coibir o álcool a gente entorna tinner ou água de bateria
Se perseguir o jogo que a gente aposta mesmo
É na farra e na alegria

Proíbe que eu gosto, nega que eu quero
Tudo que eu espero da vida é liberdade
Tranca que eu solto, esconde que eu mostro
Exila que eu volto pra fazer história

Pode queimar os livros que a gente guarda tudo é na cabeça
E se prender os líderes a gente sai na rua em passeata
Se censurar a música a gente canta alto pra que ninguém esqueça
Que a liberdade nascida sem luta não pode valer nada

Proíbe que eu gosto, nega que eu quero
Tudo que eu espero da vida é liberdade
Tranca que eu solto, esconde que eu mostro
Exila que eu volto pra fazer história

Proíbe que eu gosto, nega que eu quero
Tudo que eu espero da vida é liberdade
Tranca que eu solto, esconde que eu mostro
Exila que eu volto pra fazer história

(Gente, esquecemos de falar dos grandes bêbados da televisão e do humor
Mas vamos consertar agora, é agora meu Deus!)

Homem que é homem bebe mas não cai
O mundo gira e a cachaça vai
Homem que é homem bebe mas não trava
Como tavares e joão canabrava

Homem que é homem bebe mas não cai
O mundo gira e a cachaça vai
Homem que é homem bebe mas não trava
Como tavares e joão canabrava

Add a playlist Tamanho Cifra Imprimir Corrigir