exibições 213

Fado Vianinha

Vicente da Câmara


Devagar se vai ao longe
Eu bem vou devagarinho
Vamos ver se me não perco
Nos atalhos do caminho

Meu amor não tenhas pressa
Porque não hás-de esperar
Tudo aquilo que começa
Tarde ou cedo há-de acabar

Tudo mudou, entretanto
Vê bem, que pouco juízo
Rio a pensar no teu pranto
Choro a pensar no teu riso

Dá-me os teus olhos profundos
E o mundo pode acabar
Que importa o mundo se há mundos
Lá dentro do teu olhar

Adicionar à playlist Tamanho Cifra Imprimir Corrigir
Composição: Francisco Viana *fado vianinha* / João Vasconcelos e Sá. Essa informação está errada? Nos avise.

Posts relacionados

Ver mais no Blog