Um canto de amor apenas

Wilson Paim

exibições 7.842

Nas tardes quentes de verão no pago quando à sombra mansa da figueira sentas
Eu vou levar-te para amar no rancho com a força bruta de dez mil tormentas

Nas noites frias em que tu te inquietas com o vento intruso que a janela bate
Eu vou chegar como a mais calma brisa e te aquecer como o calor de um mate

(Estou de volta pra te amar querida amor é vida e nós vamos viver
Com a intensidade da luz do dia com a poesia do anoitecer
Com a intensidade da luz do dia com a poesia do anoitecer)

E se estiveres solitária ao rio com este seu jeito de xucra sereia
Me verás chegando refletindo n'água desmontando o pingo pisoteando areia
Não há distância pra quem quer chegar quem tem saudades não erra caminho
Se há negócio que enriquece sempre é este ramo de trocar carinho

(Estou de volta pra te amar querida amor é vida e nós vamos viver
Com a intensidade da luz do dia com a poesia do anoitecer)
Com a intensidade da luz do dia com a poesia do anoitecer)

Add a playlist Tamanho Cifra Imprimir Corrigir