exibições 1.541

Requiem Para o Circo

Zé Ramalho


Mas que palhaçada
O circo se acaba e ninguém liga
A cidade fica sem a centelha de seu caju
E ninguém reage
Todos nós com esses nossos corpos indecentes, cobertos,
E as caras como cenas completamente despidas
Assistimos ao enterro de mais essa quimera
Como se isso não significasse nada.

Então, ficamos só com o pão.
O tempo do circo foi mais outro
Como no motor e na musica,
Tinha que passar pra que não se quebrasse o ritmo.

Ah, é verdade que o circo não deixa rastro de aço como o trem
Mas a impressão de que ele deveria voltar
Aquecido a respeito dos bondes por causa de toda essa sujeira
E de toda essa crise de energia de hoje em dia

Saudade,
Ah, saudade de alguma coisa limpa
Bem limpa, sem problemas
Mas de uma coisa estou certo
Sim, de uma coisa eu to certo:

Me trará uma porção de recordações
Todo em branco e preto, todo em branco e preto
Como nas fotos antigas o resto das cores só é cinza, só é cinza
E amanhã, amanhã tem espetáculo
Tem espetáculo.

Adicionar à playlist Tamanho Cifra Imprimir Corrigir