exibições 4.266

Garrote Ferido

Zé Ramalho


No tempo em que eu andava pela poeira
Daquele velho brejo de onde rumei
Não tinha essa gota sangrando no olho
De alegria é só do que eu chorei

Cacimba de água, cavada no ouro
Lanço meu desaforo
Americanos desse lugar

Se cada passo dado é um consolo
É um choro de garrote ferindo o luar
No pico desse morro não finca bandeira
A brincadeira é outra para contar

Fugindo de casa, girando no mundo
Nesse poço profundo
Pesco desejos na beira-mar

Adicionar à playlist Tamanho Cifra Imprimir Corrigir