exibições 7.430

Sensual

Zé Ramalho


O meu império roxo de mentiras
Não tem mapa do tesouro, não tem
Lá dentro do baú as aparéncias
Valem mais do que o ouro, meu bem
Meu reino soberano sobre o nada
Minha espada enferujada
Eu comprei num vigarista
A minha alma negra disfarçada
Pela roupa imaculada
Pelas mãos de pianista

O meu império é hoje sem futuro
Os meus feitos sao poeira, pedra
O meu reino com cuidado sobre o muro
E um dia a minha estátua quebra
Os dotes são as nuvens e a brisa
Sem moral e sem camisa
Essa noite é meu bordel
Com as mulheres sei fazer a lama
Que transborda em minha cama
Transformar-se em puro mel

Sensual/com a luxúria faço par constante
A fantasia é minha amante
São muitas andorinhas bordando meu verão
E então
Passional/ sei que pior que a morte é a traição
Ainda mais se a inimiga
Se abriga no palácio fácil
Do meu coração

Adicionar à playlist Tamanho Cifra Imprimir Corrigir