Quem passa pela Carioca
E não conhece aquele alvoroço
Parece um angú de caroço
No Largo vai se amarrar
É gato vendido por lebre
Tem tanta gente lá
Querendo se arrumar
De tudo acontece naquele lugar
É gato vendido por lebre
Tem tanta gente lá
Querendo se arrumar
De tudo acontece naquele lugar

Tem um índio que hipnotiza
Um lagarto de papo amarelo
E um cara que só num cutelo
Quebra telha feita de isopor
Tem jogo de dado, búzío e carteado
Pinguilim, copinho e tarô
E há sempre um esperto
Querendo armar a barraca do amor
Pintou de repente na linha de frente
Um punguista que agora é pastor
Ganhando dinheiro dizendo que é
Um novo salvador...(oi, quem passa!)

Tem um craque que brinca com a bola
E quer desbancar o Pelé
E um outro que mesmo sem braço
Faz da laranja o que quer
Conto do vigário, malandro, otário
E bolsa cheia de valor
Um grande atrativo pra quem tá caído
Numa de horror
Passei por alí, parei e curti
E sinceramente gostei
Com todo respeito
É de fazer inveja ao Orlando Orfei...(oi, quem passa!)

Adicionar à playlist Tamanho Cifra Imprimir Corrigir
Composição: Adilson Bispo / Kleber Rodrigues / Zé Roberto · Esse não é o compositor? Nos avise.
Enviada por Anderson
Viu algum erro na letra? Envie sua correção.