Ah, quando eu sei que eu me engano as coisas começam a se misturar
Quando vem eu me emperro, eu me cubro, eu me mato, eu te faço chorar
Eu te calo com calor
Eu me calo

Se eu pudesse falar…

Ah, cada coisa que vem me parece uma pedra, um machado, um beijo
Mas me diz se adianta a gente se implorar – você me torturar
De que adianta você me completar?
Me completar, de que adianta?

Parece texto, nem parece verso (isso que eu escrevo)

Mas eu queria te contar…
Eu queria te contar

Se eu pudesse falar
Não falaria

Adicionar à playlist Tamanho Cifra Imprimir Corrigir

Posts relacionados

Ver mais posts