Estão armados ate os dentes
Não são de balas nem de facas
Sua boca esta corrompida
Tomara que você morda sua língua

Esses cães não sabem o que dizem
Suas palavras não valem de nada
Enganam os fracos e oprimidos
Engolindo seco, esta admitindo.

E eu não quero ser um qualquer.
Só vou esperar o tempo passar
Esse som você vai entender
Não preciso nem te explicar

Cães malditos
Cães malditos
Cães malditos
Cães malditos

Estão na TV estão nos jornais
Estão nas ruas e nos tribunais
E no governo são tantos corruptos
Ainda bem não são todos iguais

Não seja igual e nem parecido
Se é um deles então é inimigo
Não quero ser como você
A minha mente não vai corromper

E eu não quero ser um qualquer.
Só vou esperar o tempo passar
Esse som você vai entender
Eu não preciso nem te explicar

Cães malditos
Cães malditos
Cães malditos
Cães malditos
Estão armados ate os dentes
Não são de balas nem de facas
Sua boca esta corrompida
Tomara que você morda sua língua

Esses cães não sabem o que dizem
Suas palavras não valem de nada
Enganam os fracos e oprimidos
Engolindo seco, esta admitindo.

E eu não quero ser um qualquer.
Só vou esperar o tempo passar
Esse som você vai entender
Não preciso nem te explicar

Cães malditos
Cães malditos
Cães malditos
Cães malditos

Estão na TV estão nos jornais
Estão nas ruas e nos tribunais
E no governo são tantos corruptos
Ainda bem não são todos iguais

Não seja igual e nem parecido
Se é um deles então é inimigo
Não quero ser como você
A minha mente não vai corromper

E eu não quero ser um qualquer.
Só vou esperar o tempo passar
Esse som você vai entender
Eu não preciso nem te explicar

Cães malditos
Cães malditos
Cães malditos
Cães malditos

Adicionar à playlist Tamanho Cifra Imprimir Corrigir