Ela era muito fácil
Dormia com qualquer um
Ele era um vagabundo
Vindo de lugar nenhum
Ela era garçonete
De uma espelunca
E ele morava mal
Num hotelzinho de segunda
Ela era prostitua
Ela era prostituta
Mas tinha classe
Nunca cobrou
Nunca cobrou um centavo de quem ela gostasse
Nos finais de semana ele batia carteira
Pra garantir a bebida da semana inteira

Adicionar à playlist Tamanho Cifra Imprimir Corrigir