Eu vou comer o seu orgulho
E saborear com nojo
Eu vou destruir seu ego
E vou retalhar com pregos
A sua ignorância é burra
E a sua estupidez é cega
Vou procurar a sua sombra
Que a sua imagem nos assusta
Espírito de porco
Cerebro de rato
Eu quero pichar seu muro
E quero arranhar seu carro
Você vive no escuro
E não enxerga os seus passos
Eu vou ser o seu distúrbio
Pra ver você cair do salto
Sua antipatia me aborrece
Você finge ser o que não parece
Espirito de porco
Cerebro de rato

Adicionar à playlist Tamanho Cifra Imprimir Corrigir