Divina Comédia Humana: uma análise da canção icônica de Belchior

Analisando letras · Por Rafaela Damasceno

26 de Junho de 2020, às 19:00

Não é novidade para ninguém que Belchior é um dos grandes nomes do cenário musical brasileiro.

Apesar de ter feito mais sucesso nos anos 70, suas composições ainda continuam vivas na voz e no imaginário de muita gente.

Belchior
Créditos: Divulgação

Autor de músicas consagradas e muito amadas pelo público, as suas letras são cheias de significado e poesia

Divina Comédia Humana é uma das suas canções mais famosas e é um desses casos. Por isso, nós nos dedicamos a fazer uma análise detalhada do título e de cada uma de suas estrofes. Confira e relembre esse grande artista!

Divina Comédia Humana: a análise completa da música

Antes de tudo, não deixe de ouvir a música Divina Comédia Humana, inesquecível e cheia de significado:

Estava mais angustiado que um goleiro na hora do gol
Quando você entrou em mim como um Sol no quintal
Aí um analista, amigo meu, disse que desse jeito
Não vou ser feliz direito

No início da canção, o artista narra o seu encontro com uma pessoa especial, que chegou como um Sol no quintal e o deixou muito impressionado. A vida estava pacata, sem graça, mas ela chegou e mudou tudo.

Porque o amor é uma coisa mais profunda que um encontro casual
Aí um analista, amigo meu, disse que desse jeito
Não vou ser feliz direito
Porque o amor é uma coisa mais profunda que uma transa sensual

Ao que tudo indica, Belchior encontrou essa musa inspiradora em um encontro casual e ele pretende viver esse amor a partir de uma relação de uma noite apenas. 

Sem muitas perspectivas de um relacionamento duradouro, ele é até alertado por um amigo analista de que assim ele poderia nunca se sentir completamente satisfeito, já que o amor é uma coisa mais profunda que uma transa sensual.

Deixando a profundidade de lado
Eu quero é ficar colado à pele dela noite e dia
Fazendo tudo de novo e dizendo sim à paixão, morando na filosofia

Mas Belchior parece não concordar com a opinião do amigo; ele quer mesmo é aproveitar os momentos que tem com a amada sem se preocupar se aquilo se tornaria, futuramente, uma relação duradoura. Para ele, o mais importante é viver o momento presente.

Além disso, o lado filosófico do cantor é aflorado nesta terceira estrofe. Como muitos especialistas já confirmaram, Belchior era um grande estudioso da filosofia e expressava esse interesse em suas composições. 

50 frases do Belchior para compreender a genialidade do cantor

Ele era um realista, ou seja, sustentava uma forma de encarar a vida como ela realmente era, sem muitas ilusões e expectativas criadas pela imaginação. Para ele, a filosofia vinha da vida, da experiência concreta, deixando a profundidade de lado

Eu quero gozar no seu céu, pode ser no seu inferno
Viver a divina comédia humana onde nada é eterno
Eu quero gozar no seu céu, pode ser no seu inferno
Viver a divina comédia humana onde nada é eterno

Nesta estrofe, a referência à obra de Dante, A Divina Comédia, é a que fica mais evidente. 

A partir das ideias do realismo que ele acreditava, a noção de mortalidade do ser humano é ressaltada. Se não somos eternos, o que nos resta é viver o aqui e o agora, gozando a vida

Ora, direis ouvir estrelas, certo perdeste o senso
Eu vos direi, no entanto
Enquanto houver espaço, corpo e tempo e algum modo de dizer não
Eu canto

Mais uma crítica à fantasia e à ilusão, Belchior menciona um verso de Olavo Bilac: Ora (direis) ouvir estrelas! Certo perdeste o senso!

Neste poema, a valorização das belezas reais, proporcionadas pela natureza, é o ponto principal. Uma temática bem parecida com as ideias realistas do cantor, não é mesmo? 🤔

Nesse sentido, a principal mensagem da canção é que, apesar de a vida ser difícil, e muitas vezes injusta, ela é tudo o que temos, então devemos vivê-la da melhor forma possível.

Assim, enquanto houver espaço, corpo e tempo e algum modo de dizer não vamos continuar cantando e, de preferência, ao som de Belchior! 

A origem do título da música

Ao pensar em Divina Comédia, provavelmente o que vem à sua mente é a obra mais famosa de Dante Alighieri, que leva esse nome.

No livro, publicado em 1472, o protagonista, que é o próprio autor, percorre Inferno, Purgatório e Paraíso, três instâncias distintas do céu.

Pintura de Dante como personagem do livro A Divina Comédia
Pintura de Dante como personagem do livro A Divina Comédia / Créditos: Reprodução

Durante esse trajeto, Dante encontra várias pessoas, muitas delas famosas na história mundial. Ao conversar com elas, ele discute os mais variados temas.

No Céu, o escritor italiano se encontra com Beatriz, sua musa inspiradora e amor platônico e no Inferno, o poeta Virgílio, que ele admirava. 

Mas o título da canção também faz menção a outra produção muito importante para a literatura mundial, a Comédia Humana, de Honoré de Balzac.

Honoré de Balzac
Honoré de Balzac

Ela é um conjunto de 88 narrativas que abordam a ascensão da burguesia em Paris, no século XIX, e a sua relação com o dinheiro.

A Divina Comédia Humana, então, seria uma junção dessas duas renomadas obras literárias. Interessante, né? 😊

Um pouco sobre a vida do cantor

Belchior foi cantor, compositor, desenhista, caricaturista e pintor. Nascido em 1946, no Ceará, ele já apresentava talentos musicais desde a infância.

Entre 1965 e 1970, o artista conciliava a faculdade de medicina e as apresentações como músico. Ele participava de shows amadores e de programas de TV e rádio ao lado de artistas como Fagner e Ednardo. 

Belchior e Fagner
Belchior e Fagner em 1982 / Créditos: Divulgação

Certo de que a arte era o seu caminho, ele abandonou o curso no quarto ano e se mudou para o Rio de Janeiro. Lá, venceu o 4º Festival Universitário de MPB com a canção Na Hora do Almoço.

Depois disso, várias de suas composições se tornaram famosas nas vozes de Elis Regina e Oswaldo Montenegro

Foram muitos anos de sucessos e canções que marcaram várias gerações de brasileiros. No fim da vida, o cantor passou quase 10 anos sem paradeiro certo e não fez muitas aparições públicas.

Sua última gravação foi feita no Uruguai, onde viveu durante um tempo. Ele planejava lançar essas gravações, mas acabou falecendo antes disso, em 29 de abril de 2017, de causas naturais.

Apesar do fim de sua vida estar cercado de mistérios, o seu legado musical é lembrado até hoje por muitos admiradores da música popular brasileira e suas canções ainda recebem interpretações emocionantes de vários cantores e cantoras do país. 

Mais uma análise imperdível para você

Se você é fã de Belchior ou curte saber mais sobre a verdade por trás das canções, vem conferir a análise de Como Nossos Pais, uma das músicas mais importantes da MPB, eternizada na belíssima voz de Elis Regina.

Significado da música Como Nossos Pais

Continue relembrando sucessos