Conheça a história da música Andança, clássico de Beth Carvalho

Analisando letras · Por Raquel Hespanhol

23 de Fevereiro de 2021, às 12:00

Conhecida como a madrinha do samba, Beth Carvalho foi, sem sombra de dúvidas, um dos maiores nomes da história da música nacional.

Ao longo de seus mais de 50 anos de carreira, Beth nos presenteou com incontáveis sucessos, eternizados por sua voz inconfundível.

Beth Carvalho
Créditos: Divulgação

A trajetória de Beth, que começou em sua juventude, teve um ponto de partida bem significativo: a canção Andança, uma das primeiras de sua carreira.

O que começou de maneira despretensiosa acabou tornando-se um marco em sua vida e garantiu que Beth pudesse deixar um legado inestimável para a música brasileira.

Por trás de todo sucesso, há uma boa história. No caso da música Andança, isso não foi diferente e é essa história que vamos te contar hoje. Vem descobrir quem compôs a canção, como ela se tornou famosa e qual foi sua importância na carreira de Beth Carvalho:

História da música Andança

Algumas coisas são capazes de transformar a vida das pessoas, não é mesmo? Andança foi o que virou a vida de Beth Carvalho de cabeça para baixo e acabou levando-a para o samba, estilo no qual fez história e segue sendo apreciada mesmo depois de sua morte.

Composição da música Andança

Andança foi uma canção composta em 1968 por três jovens músicos: Edmundo Souto, Danilo Caymmi e Paulinho Tapajós. Caymmi foi o responsável pela melodia da primeira parte e também pela usada em contracanto, uma das marcas registradas da canção. Edmundo compôs a segunda parte e a letra, por fim, ficou para Tapajós.

Beth Carvalho e Edmundo Souto
Beth Carvalho e Edmundo Souto / Créditos: Divulgação

A composição aconteceu de maneira espontânea: os rapazes visitavam a jovem Beth Carvalho em seu apartamento no Leblon quando a canção ganhou vida. Beth, que acompanhou todo o processo, se apaixonou pelo resultado.

Os jovens músicos, que estavam no início de suas carreiras, não imaginavam o impacto que aquela composição teria na carreira de todos eles. 

Andança e Beth Carvalho

A jovem cantora gostou tanto de Andança que decidiu apresentá-la, juntamente com os Golden Boys, no 3º Festival Internacional da Canção, o FIC. Andança conquistou o terceiro lugar no festival, ficando atrás de Pra Não Dizer Que Não Falei Das Flores, de Vandré, e de Sabiá, de Chico Buarque. 

Embora a canção não tenha vencido o festival, essa apresentação levou o nome de Beth Carvalho, então com 19 anos, aos holofotes. Foi aí também que deu-se início a relação entre Beth e o samba, visto que ela estava mais focada na bossa nova quando iniciou sua carreira musical. 

Após Andança, a carreira da cantora decolou. Disco após disco, Beth Carvalho foi se consolidando no mundo da música e escrevendo seu nome na história do samba. Canções como Coisinha Do Pai, Olho Por Olho e Vou Festejar são outros exemplos de contribuições de Beth para o samba.

Outras versões de Andança

Assim como acontece com grandes hits no mundo da música, Andança estava sempre tocando nas rádios, em festas, bares e restaurantes. O sucesso da canção acabou atraindo a atenção de outros intérpretes, que resolveram gravar suas próprias versões. 

Uma das primeiras regravações foi feita por Elis Regina, em 1972, para a trilha sonora da novela A Revolta dos Anjos. A versão de Elis fez bastante sucesso e, devido à proximidade ao lançamento da canção, acabou atraindo mais atenção para ela, o que contribuiu para sua ascensão nas paradas.

Além de Elis Regina, diversos outros nomes da música gravaram suas próprias versões do hit ao longo dos anos. Alguns exemplos são Diogo Nogueira, Sambô, Maria Bethânia e Demônios da Garoa.  

Andança — Beth Carvalho, O Musical

Levando o nome da canção que colocou o nome da madrinha do samba nos holofotes e permitiu que ela conquistasse o marco significativo de completar cinco décadas de carreira, Andança Beth Carvalho, O Musical foi lançado em 2015, em homenagem à cantora. 

Cena de Andança — Beth Carvalho, O Musical
Andança — Beth Carvalho, O Musical / Créditos: Divulgação

Com texto de Rômulo Rodrigues e direção de Ernesto Piccolo, o espetáculo foi acompanhado de perto por Beth, que disse ser uma grande honra ter sua vida transformada em um musical.

Beth foi interpretada nos palcos por Jamilly Mariano, Stephanie Serrat e Eduarda Fadini, que representaram as diferentes fases da vida da cantora.

O espetáculo teve três temporadas: uma em 2015, no seu lançamento, uma em 2017 e a mais recente em 2019, após o falecimento da cantora. 

Letra da música Andança

Paulinho Tapajós, autor de sucessos como Cantiga Por Luciana, Clara e Sapato Velho, foi o responsável por dar letra à melodia de Caymmi e Souto. Tapajós fala sobre a caminhada interminável de um andarilho.

Vim, tanta areia andei
Da Lua cheia, eu sei
Uma saudade imensa

Vagando em verso, eu vim
Vestido de cetim
Na mão direita, rosas
Vou levar

Tanta solidão não parece ser suficiente para que o andarilho deixe de acreditar no amor. Embora ele ande sem rumo pelo mundo, é a presença de seu amor que o faz cantar.

No passo da estrada, só faço andar (me leva, amor)
Tenho meu amor pra me acompanhar (amor)
Vim de longe léguas, cantando, eu vim (me leva, amor)
Vou, não faço tréguas, sou mesmo assim (Por onde, for quero ser seu par)

Por fim, o refrão reforça que, apesar de sua jornada ser interminável, ele chegará aonde deve estar ao se permitir ser guiado pelo amor.

Já me fiz a guerra por não saber (me leva, amor)
Que esta terra encerra meu bem-querer (amor)
E jamais termina meu caminhar (me leva, amor)
Só o amor me ensina onde vou chegar
(Por onde for, quero ser seu par)

O legado de Beth Carvalho

A carreira de Beth Carvalho pode ter começado com Andança, mas ela definitivamente não parou por aí. Ao longo de cinco décadas de carreira, a cantora lançou inúmeros sucessos! 

É tanta coisa boa que até preparamos uma playlist para você não deixar o samba morrer: Beth Carvalho em 30 músicas.

Banner da playlist Beth Carvalho em 30 músicas

Receba os melhores posts do blog em seu e-mail

Assine a newsletter gratuitamente e descubra mais sobre o mundo da música


Por favor, insira um e-mail válido.

Obrigado por assinar a nossa newsletter! 😊

Ops, rolou um erro na inscrição. Tente novamente mais tarde.