ABBA: as 10 melhores músicas do grupo sueco

Listas musicais · Por Dora Guerra

21 de Agosto de 2019, às 07:00

Seja com a Meryl Streep cantando Dancing Queen na Grécia ou com a galera caindo na pista de dança, você com certeza já ouviu ABBA. O grupo sueco fez história na música: foi a banda que mais vendeu discos na década de 70. É icônico sim!

Com um ritmo cativante e harmonias vocais bem marcadas, o ABBA é a cara do pop e do disco. Isso tudo sem falar das roupas! Mas vale lembrar que tem muuuito hino na carreira do grupo, com letras super interessantes. 

É por isso que o ABBA é o tema do post de hoje. Vamos conhecer as 10 melhores canções do grupo?

As 10 melhores músicas do ABBA

A nossa lista tem trilha sonora pra bad, música pra tocar na fextinha e várias que vão te fazer lembrar dos velhos bons tempos. Vem saber mais sobre as seguintes músicas:

  • Voulez-vous
  • Waterloo
  • I Have a Dream
  • Super Trouper
  • Gimme! Gimme! Gimme! (A Man After Midnight)
  • Chiquitita
  • Fernando
  • Mamma Mia
  • The Winner Takes It All
  • Dancing Queen

10. Voulez-vous

Uma das músicas mais vibrantes e contagiantes do ABBA, Voulez-vous foi lançada em 1974, no início da carreira da banda. Com ela já dava pra imaginar como seria a sonoridade do ABBA:

9. Waterloo

Já ouviu falar daquele festival chamado Eurovision? Com Waterloo, o ABBA se inscreveu e venceu a edição de 1974 (vamos detalhar um pouco mais na biografia do grupo, mais pra frente). A música compara um relacionamento à batalha de Waterloo, na época de Napoleão. Tema interessante pra uma música pop, né?

8. I Have a Dream

I Have a Dream é uma bela música sobre sonhos e esperança. A letra combina com a melodia mais clássica, acompanhada por um coral. Dá uma olhada nessa apresentação da música, em 1982:

7. Super Trouper

A ótima Super Trouper conta a história de uma mulher que está no palco e seu amor está na plateia. Quando eles cantam que as luzes do Super Trouper vão me cegar, eles estão falando sobre grandes holofotes que são usados na iluminação de estádios e de shows. Vem conferir a tradução completa aqui

6. Gimme! Gimme! Gimme! (A Man After Midnight)

Essa música é tão clássica que até a Madonna já usou o sample dançante em seu próprio álbum disco, na música Hung Up. A letra de Gimme! Gimme! Gimme! (A Man After Midnight) fala sobre uma mulher que procura um homem para uma noite só. Aquela carência noturna, sabe? 

5. Chiquitita

Lançada como single principal do álbum Voulez-Vous, a linda Chiquitita é uma declaração de carinho para uma amiga que teve seu coração quebrado:

Chiquitita, you and I know (Pequenina, você e eu sabemos)
How the heartaches come and they go (Como as dores do coração vêm e vão)
And the scars they’re leaving (E as cicatrizes que elas deixam)
You’ll be dancing once again (Você vai dançar mais uma vez)
And the pain will end (E a dor acabará)
You will have no time for grieving (Você não terá tempo para o luto)

4. Fernando

Fernando foi gravada originalmente como um solo da Anni-Frid, em 1975. Mas foi em 76 que, relançada pelo grupo, a canção se tornou uma das mais vendidas de todos os tempos. Em 2018, a música contou com uma versão de ninguém menos que Cher, para o filme Mamma Mia: Lá Vamos Nós De Novo!. Hino é assim mesmo!

3. Mamma Mia

Já sabe o que temos a falar dessa, né? Mamma Mia se tornou simplesmente o nome de um musical cuja trilha sonora é todinha do ABBA. A letra fala sobre cair de novo no erro de se envolver com alguém que você não deveria . Quem nunca?

2. The Winner Takes It All

Lançada em 1980, The Winner Takes It All tem uma história interessante. Foi composta na medida que Björn e Agnetha (sim, eles eram casados!) passavam pelo processo de divórcio e a letra sentimental dá boas pistas do momento tenso. Deve ser maluco cantar com seu ex-cônjuge sobre a separação de vocês, né?

1. Dancing Queen

Tem música que já dá pra saber que vai ser hit antes mesmo de ficar pronta, né? É o que todos os membros do ABBA falam sobre Dancing Queen: de cara, já dava pra ver que ia ser icônica, e foi: número 1 desde o Zimbábue até o Brasil, a canção é o topo da nossa lista! Música de dançar sorrindo, viu?

História do grupo ABBA

Fundado em Estocolmo em 1972, o grupo é formado por Anni-Frid “Frida” Lyngstad, Benny Anderson, Björn Ulvaeus e Agnetha Fältskog. Entendeu, né? ABBA é uma junção das iniciais dos nomes dos integrantes! 

Ah, e uma curiosidade: como já demos a dica ali em cima, os dois casais, Frida e Benny e Björn e Agnetha, já foram casados. Isso foi bem marcante pra história do ABBA.

Grupo ABBA
Créditos: Divulgação

Dois anos depois do início do grupo, a trajetória dos quatro mudou radicalmente. Lembra que mencionamos o Eurovision? O concurso, criado em 1956, recebe artistas novos de toda a Europa em uma competição anual da canção. Foi nele que o ABBA conseguiu sucesso internacional, após vencer a edição de 74 com Waterloo. Dá uma olhada neles se apresentando como vencedores:

O quarteto foi o primeiro grupo pop europeu a fazer sucesso em países fora da Europa. O problema foi que, no auge da popularidade do ABBA, os casamentos se dissolveram. Assim, com músicas mais profundas e menos dançantes, o sucesso comercial foi desaparecendo. Em 1982, o grupo fez sua última aparição pública.

Mas o ABBA não acabou totalmente! 🙌 No ano passado, o grupo anunciou um reencontro e uma nova turnê, com duas novas músicas. E é claro, o legado do quarteto é imensurável: além do sucesso nas discotecas dos anos 70, suas músicas se tornaram trilha sonora de uma peça icônica da Broadway e de dois filmes. 

Lá vamos nós de novo 

Aqui no Letras, a gente adora lembrar grupos que marcaram a história da música. Ainda mais uma banda tão icônica quanto o ABBA!

Se você curte as canções, vale a pena assistir as versões do filme Mamma Mia! É muito legal observar como o cinema consegue criar uma história em torno de músicas como essas. Pra ter uma ideia e curtir mais sucessos do ABBA, vem ouvir a nossa playlist de Mamma Mia: Lá Vamos Nós de Novo!

Playlist do filme Mamma Mia! Lá Vamos Nós De Novo

Talvez você goste desses posts…