Verbos no passado em espanhol: aprenda com a ajuda de músicas

Letras Academy · Por Bianca Carvalho

29 de Setembro de 2021, às 12:00

Se você tem vontade de aprender idiomas, mas não sabe por onde começar, ouvir música pode ser um ótimo ponto de partida. Com as músicas, você pode aprender diversas coisas: vocabulário, pronúncia, gramática

Aqui no Letras, acreditamos que aprender idiomas pode ser uma atividade super divertida. Por isso, criamos o Letras Academy: uma plataforma completa que vai ensinar seus idiomas favoritos de forma leve e divertida.

E, se você está aprendendo, este post está recheado de dicas de músicas com verbos no passado em espanhol para te ajudar a entender a diferença entre eles e arrasar falando sobre coisas que já te aconteceram! 🤩

Tempos verbais no passado em espanhol

Neste texto, vamos ajudar você a aprender a diferença entre dois tempos no passado em espanhol: o pretérito imperfecto e o pretérito perfecto simple

¿Todo listo? ¡Pues vámonos! 

Pretérito imperfecto

Em espanhol, usamos o pretérito imperfecto para descrever ações que aconteciam no passado, mas que ainda não terminaram naquele momento específico.

Este tempo verbal é utilizado para descrever os hábitos, os costumes e as circunstâncias de um tempo passado.

Então, o pretérito imperfecto é usado com as mesmas finalidades que usamos os verbos no presente, porém se referindo ao passado. Ele é usado para:

  • descrever qualidades:
    Laura era una chica muy rápida
    (Laura era uma menina muito rápida)
  • descrever situações regulares:
    Cuando trabajaba en aquella empresa, hacía informes diarios
    (Quando trabalhava naquela empresa, fazia informes diários)
  • descrever situações momentâneas:
    Mientras llovía ayer, estaba nerviosa
    (Enquanto estava chovendo ontem, eu estava nervosa)

Conjugando os verbos no pretérito imperfecto

Vimos que, para situar uma ação duradoura no passado, vamos usar o pretérito imperfecto. Mas, como podemos conjugá-lo?

Com verbos regulares, é só tirar a terminação AR, ER, IR e acrescentar as desinências às raízes dos verbos. Por exemplo, em cantar, comer e escribir, o radical é cant-, com- e escrib-

A partir disso, é só colocar as desinências correspondentes a cada pessoa. Os verbos regulares terminados em AR, ER e IR são conjugados, respectivamente, da seguinte forma:

yocantabacomíaescribía
tú, voscantabascomíasescribías
él, ella, ustedcantabacomíaescribía
nosotros, nosotrascantábamoscomíamosescribíamos
vosotros, vosotrascantabaiscomíaisescibíais
ellos, ellas, ustedescantabancomíanescribían

Mas também temos alguns verbos irregulares, ou seja, que não seguem uma estrutura, como o caso dos verbos ser e ir. Veja:

yoeraiba
tú, voserasibas
él, ella, ustederaiba
nosotros, nosotraséramosíbamos
vosotros, vosotraseraisibais
ellos, ellas, ustedeseraniban

Pretérito perfecto simple

O pretérito perfecto simple, também conhecido como pretérito indefinido, serve para narrar o passado, contando sobre uma ação que já terminou

Com marcadores de tempo que indicam totalidade, é comum usar o tempo indefinido, pois o imperfecto descreve ações ainda não acabadas.

Então, anota aí: o imperfecto é usado para descrever o durante, enquanto usamos o perfecto simple para mostrar o processo completo, o depois.

Conjugando os verbos no pretérito perfecto simple

Vimos que usamos o pretérito perfecto simple para falar de acontecimentos situados em um momento determinado do passado. Agora, vamos ver como conjugar os verbos nesse tempo:

yocantécomíescribí
tú, voscantastecomisteescribiste
él, ella, ustedcantócomióescribió
nosotros, nosotrascantamoscomimosescribimos
vosotros, vosotrascantasteiscomisteisescibisteis
ellos, ellas, ustedescantaroncomieronescribieron

Contudo, também há algumas irregularidades. Vejamos o verbo estar:

yoestuve
tú, vosestuviste
él, ella, ustedestuvo
nosotros, nosotrasestuvimos
vosotros, vosotrasestuvisteis
ellos, ellas, ustedesestuvieron

Os verbos que terminam em -zar, -gar e -car sofrem algumas alterações para se adequarem às regras ortográficas e para manter o mesmo som da raiz. 

empezar → empecé 
llegar → llegué 
publicar → publiqué

Músicas com verbos no passado em espanhol

Já vimos que, para situar uma ação que acontecia – mas ainda não terminou – no passado, usamos o pretérito imperfecto, enquanto o perfecto simple fala sobre ações terminadas. 

Chegou a hora de colocar em prática o que você aprendeu! Aumenta o volume e escuta com a gente:

Romeo Y Julieta – Jarabe de Palo

Começamos nossa lista com a divertida Romeo Y Julieta, da banda espanhola Jarabe de Palo. Essa música descreve uma história que aconteceu no passado, mas sem uma data específica de quando aconteceu. Vamos ver o que estava acontecendo nessa lembrança:

Hacía calor en el bar, no recuerdo cuando fueFazia calor no bar, não me lembro quando foi
Estaba sentado en la barra y ahí me la encontréEstava sentado no balcão quando a encontrei
Llevaba un cartel pegado en la frenteEstava com um cartaz colado na testa
Se busca perrito caliente que me quiera ciegamenteProcura-se um cãozinho amoroso que me ame cegamente
Usaba perfume caro, vestía de GoldpierreUsava perfume caro e vestia roupa de grife
Llevaba diez días llorando y apenas sin comerEstava há dez dias chorando e quase sem comer
Contaba que el amor la estaba matandoContava que o amor estava acabando com ela
Decía que un hombre no sabía tratar a una mujerDizia que os homens não sabiam como tratar uma mulher

Nessa música, temos uma ação que estava acontecendo em um momento do passado, mas que ainda não terminou naquele momento específico. Por isso se usa o pretérito imperfecto: para falar sobre ações durativas no passado.

Saturno – Pablo Alborán

Saturno, a linda música de Pablo Alborán, é ótima para vermos um contraste entre os pretéritos que estamos aprendendo aqui. Vamos ver como o cantor usa esses tempos na música:

Yo no quería amarteEu não queria te amar
Tú me enseñaste a odiarteVocê me ensinou a te odiar
Todos los besos que me imaginéTodos os beijos que imaginei
Vuelven al lugar donde los vi crecerVoltam ao lugar onde os vi crescer

Na primeira frase, temos um verbo no pretérito imperfecto, já que não temos uma marcação de quando essa ação termina. Nos outros casos, os verbos estão todos no pretérito perfecto simple.

En El Muelle de San Blás – Maná

Em En El Muelle de San Blás, da banda mexicana Maná, também temos um contraste dos dois tempos verbais no passado que acabamos de ver. Veja só os primeiros versos:

Ella despidió a su amorEla se despediu do seu amor
Él partió en un barco en el muelle de San BlásEle partiu em um barco no cais de San Blas
Él juró que volveríaEle jurou que voltaria
Y, empapada en llanto, ella juró que esperaríaE, com o rosto encharcado de tanto chorar, ela jurou que esperaria
Miles de lunas pasaronMilhares de luas passaram
Y siempre ella estaba en el muelle, esperandoE ela estava sempre no cais, esperando

Ao contar que a mulher se despediu de seu amor, que partiu em um barco e prometeu voltar, usa-se o tempo indefinido, já que a ação terminou no passado. Porém, quando fala que ela continuava esperando, a música conta uma história que acontecia em um período passado, então usa-se o imperfecto.

De Música Ligera – Soda Stereo

De Música Ligera, da banda argentina Soda Stereo, pode parecer familiar. É que essa música serviu de inspiração para a versão do Capital Inicial, À Sua Maneira. Legal, não é mesmo? 😍 

Veja só como essa música usa os verbos no passado, no pretérito perfecto simple:

Ella durmióEla dormiu
Al calor de las masasNo calor das massas
Y yo despertéE eu acordei
Queriendo soñarlaQuerendo sonhar com ela
Algún tiempo atrásAlgum tempo atrás
Pensé en escribirlePensei em escrever
Que nunca sorteéQue nunca superei
Las trampas del amorAs armadilhas do amor

Continue aprendendo espanhol

Quer seguir praticando o espanhol com músicas? Então, aproveite para conferir nosso post com as 8 melhores músicas para aprender espanhol e continue aprendendo com a gente! 😍

músicas para aprender espanhol

Confira também: