Cavaleiro sozinho
Percorreu-se ao andar
Só levando a procura de si achar
Com os pés no cavalo
Desenhando o traçar
Da trilha de ventura que virá

Lá se dá um caminho de existir
Além quimera
E se onde for tiver amor assim
Quem dera
Segue a seco bebe a fé da sorte que te espera
Percorria um caminho Sol

Cavaleiro cigano
Sob o céu soberano
Um horizonte de tantos sinais

Sob a noite no seu mar estrela
Um tesouro sob a luz
Te espelhará
Vestido de um cobertor poeira
Na miragem dos seus dias descobrirá

Adicionar à playlist Tamanho Cifra Imprimir Corrigir

Posts relacionados

Ver mais no Blog