Os deuses têm inveja de mim
Pensam que tem algum problema a se aproximar
Perguntam porque eu sou assim
Perguntam se eu poderia os ensinar
Os prédios são pequenos perto de mim
Postes mal conseguem me iluminar
É que eu brilho demais, irmão
Nada consegue me fazer parar de brilhar
Eu quero o mundo inteiro na minha mão
Direita e na esquerda, dinheiro pra contar
O verdadeiro patrão
Aceita, eu vim da merda e não tem nada que faça recuar
Causando inquietação
Muita movimentação em qualquer lugar
Sempre que eu passo
Sinto como se eles seguissem meus passos (yeah)
Eu faço coisas que eles jamais farão
Claro, tenho coisas que eles jamais terão
Imagina essa minha cara feia em um grande telão
Pra todo mundo poder julgar

Vira, vira hit qualquer canção
Vira a madrugada em qualquer mansão
Vira o mundo em um segundo na minha mão
O vagabundo favelado tem seu lugar
Vira, vira hit qualquer canção
Vira a madrugada em qualquer mansão
Vira o mundo em um segundo na minha mão
O vagabundo favelado tem seu lugar

Vejo negos fakes e forçados
São todos fantasiados, parece editado no Movie Maker
Quebro eles no meio, sem recado
E deixo seu corpo estirado
Por isso me chamam de Undertaker
Querem me encher de bala tipo Fifty e Tupac
Porque eu rimo pra caralho tipo Fifty e Tupac
A maioria não aguenta o baque
Volto matando esses pela saco igual Jason no Crystal Lake
Au au au, RIP yay, RIP yay
Tipo Snoop Dogg eu voltei, eu piei
Tipo Snoop Dogg eu sou o único rei
Com a certeza de que com esse verso eu te arrepiei

Senhor me perdoe, eu errei
Por todos os falsos que eu já perdoei
Por todos os passos onde eu exitei
E pelos inimigos que eu ainda não matei
Eles vão entrar no rock
O melhor em campo, eu me sinto Totti
Sinto que vou resolver tudo com um toque
E o sistema me odeia, me sinto um trote
Me sinto Midas e me sinto Judas
Todos me chamam de Kraken
Em jogo fiz uma jogada absurda
Me tornei o capitão do ataque

O mundo atira pedra quando falta letra
O homem atira regra quando sobra liberdade
O coração de pedra não se atira de verdade
Ninguém quer transformar o amor numa escopeta
Meu coração batendo na sola da minha bota
Minha bota batendo na cara de quem quer treta
Pulei na roda punk e também com mais de 30
E no meio desse miolo derrubei até o capeta

A fome foi a primeira adversária
Aniversários não comemorados
Mas eu sempre vencia a batalha
Meu pai me ensinou: Pode errar, mas nunca falha
Eu vejo reflexo da morte na lâmina da navalha
Sei quem faz dinheiro e quem trabalha
Minha mãe me botou no mundo pra ser homem e eu não sou canalha
Eu ando com a marra necessária

Vira, vira hit qualquer canção
Vira a madrugada em qualquer mansão
Vira o mundo em um segundo na minha mão
O vagabundo favelado é um rockstar, é um rockstar
Vira, vira hit qualquer canção
Vira a madrugada em qualquer mansão
Vira o mundo em um segundo na minha mão
O vagabundo favelado é um rockstar, oh, yeah
E nada que alguém fizer irá me mudar
Ainda faço essa porra pro meu pai se orgulhar
Eu faço isso aqui pra minha favela mudar
O vagabundo favelado é um rockstar

Adicionar à playlist Tamanho Cifra Imprimir Corrigir