Presidentes Mortos (part. Coruja Bc1)

Choice

exibições 25.253

[Choice]
Minha vida é no ponto mais alto da cidade
Na favela, onde donzela é induzida a ser puta
Senti um vazio aos 13 anos de idade
Eu descobri que o que era eterno também tinha despedida
Aprendi tudo com os mano cheio de tique
Ser MC é ir além de tar no pique das track
O 50 me inspirou com Get Rich
E o Illmatic deu emoção, igual quando eu era muleque (mano)
Meio maluco, lek, o rap me muda
Mas não se iluda achando que tu é alguém pra mudar o rap
Tenho uns segredo bem secreto na mente
Uns agente illuminati até flagraram essa track
Mandaram uma carta pra me botar medo
Caso eu revelasse o motivo do Sabota morrer cedo
Vou ficar quieto, quem não deve não teme
Deixo vocês achando que o maior perigo é as sirene

[Choice]
Homens vivos valem
Presidentes mortos
As balas voam no alto do morro, mais um dia cai
Homens vivos valem
Presidentes mortos
As balas voam no alto do morro, mais um cria cai

[Choice]
Pia no largo que o desenrolo é pa hora
E os cara que chora, nunca colaboraram com dólar
Eles temem a hora que a galera lá desenrola
Já que a vida é escola, é glória passar na prova sem cola
Essa ralé induz criança a usar droga
Se não usa, pega pra rolo e detona a vida dos brother
E os brother devolvem em dobro
Consome mais droga, achando que é thug e nunca pegou no revólver
Eu quebro a cena no meio
Eu tô falando verdades
Vocês não aguentam a verdade
Eu tô levitando, tipo espírito
Só que prefiro que me chamem de entidade
Eu vim do caos, nego
Eu sou o caos, nego
Não tenho medo de enfrentar a realidade
O que me falam, já escuto sem ouvir
Não tenho medo do seu tom de superioridade, okay?
Na minha mente o remorso hiberna como urso
Sei que meu inferno interno vocês não aguentam
Se Lúcifer vier morar na minha mente
Vai falar que é muito quente
Como que me enfrentam
Hein?
Vi que posso ser uma máquina mortífera
Mexa comigo e o que te espera é a morte, fera
Garanto que não vai ser uma morte bela
É melhor ser morto por tiro do que pela minha lírica
Plow

[Choice]
Homens vivos valem
Presidentes mortos
As balas voam no alto do morro, mais um dia cai
Homens vivos valem
Presidentes mortos
As balas voam no alto do morro, mais um cria cai

[Coruja BC1]
De volta ao jogo, igual Keanu Reeves
Até daria um filme
Mais um filho pardo, sem pai
Com o sonho da música e a proposta do crime
Cês vão ter que penar pra alcançar essa ave
Atacante da várzea faz gol até descalço
Super Hip Hop, ainda somos Modo F
De super modo foda-se, eles de modo fóssil
Eu tô no mic igual Nasir Jones
Derrubando o oponente como Jon Jones
Seguindo as nota como Quincy Jones
Foda-se tudo, meu nome não é Jhonny
Atirando em João Batista de Lacerda
Pra ver se meu povo acorda e progride
Por isso Jair que é mito só o Rodrigues
Michel que eu respeito é o Rashid
Choque de realidade, tipo Blanka
Assim os bico tem me visto
Eles forjam a áurea de Jesus
Mas tá na cara que são Inri Cristo
Pra mim cês são tipo Pedro, Pedro de Lara
Minha caneta tá de Chico Science
Minha nação é Zumbi, minha rainha é Dandara
Pino da granada no nariz do senador
Promove a morte do gueto, velório
Entrei na tua mente tão fundo, cuzão
Que até achei petróleo
Tatuando Nike Cortez na bunda do jogo
Nível very hard
Fazendo grana, grana, grana, grana
Na velocidade do flow do Spinardi
Matando um leão do Proerd por dia
Os cria de quebrada vai entender o pai
Canela cinzenta igual Yuri Boyka
No tempo das punch, minhas linha é Muay Thai
Paga pra ver, vai

[Choice]
Homens vivos valem
Presidentes mortos
As balas voam no alto do morro, mais um dia cai
Homens vivos valem
Presidentes mortos
As balas voam no alto do morro, mais um cria cai

Homens vivos valem
Presidentes mortos
As balas voam no alto do morro, mais um dia cai
Homens vivos valem
Presidentes mortos
As balas voam no alto do morro, mais um cria cai

Adicionar à playlist Tamanho Cifra Imprimir Corrigir