Eu fui à médica a ver se era encefalite
Eu fui à médica a ver se era uma hepatite
Mas não tinha solução

Eu fui à médica a ver se era espondilite
Eu fui à médica a ver se era amigdalite
Mas não tinha solução

E ela gritou
Vou-lhe receitar Clementia
Sei que nem vai aviar
Eu até tenho experiência
Não sou Nobel da Ciência
Mas 'tá na sua cara, você é o 100

O 100, o 100
O sem paciência, o 100
O sem paciência
Um-zero-zero, o 100, o 100
O sem paciência

Doutora, isso é mas é paranóia
Eu até curto de si como fadista, acho uma joia
Observe novamente
É que eu devo 'tar doente
Faça-me um TAC, um raio X
Vai na volta, é algum dente

E ela gritou
'Tou farta
Você deve é ser otário!
Eu vi logo pela roupa e essa cara de ordinário
Se não apanha a temática e não tem vocabulário
Eu digo-lhe em matemática, você

10 ao quadrado
25 quadruplicado
Anos de um século passado
Um 50 dobrado

O sem paciência, o 100

É mais uma p'a balada, mas eu sou o 100
Duas vezes madrugada, mas eu sou o sem
3000 anos na quebrada, 4 horas sem mijar
5 euros, uma empada; mais 6 meses sem cantar

700 almofadas, só que eu sou o 100
8 colchas rendilhadas, só que eu sou o 100
99 almas penadas
Uma 'tá no meio da estrada
Eu juro que até parava
Mas é que eu nem tenho a carta porque eu sou o 100

O sem paciência, o 100
O sem paciência
O sem paciência, o 100
O sem paciência

80, 90 é bom, mas eu sou o 100

Adicionar à playlist Tamanho Cifra Imprimir Corrigir