Chibou-me uma pomba
Que andavas a chorar
Chibou-me uma pomba
Que ainda andavas a indagar

A noite é uma assassina
A noite é tua inimiga
A noite não é menina
Com quem se queira casar

Mas a culpa é minha
P'a que é que eu fui falar
Só p'a te tirar do sério
Só p'a te tirar sossego

A culpa é minha
P'a que é que eu fui falar
P'a que é que eu te dei chamego
A culpa não é tua

Eu é que sou borrego, borrego, borrego
Eu é que sou borrego, borrego, borrego
Eu é que sou borrego, borrego, borrego
Eu é que sou borrego
Eu é que sou bo-
Eu é que sou borrego
Eu é que sou borrego

A culpa nunca foi tua
Eu é que sou borrego

Chibou-me uma pomba
Que andavas a chorar
Chibou-me uma pomba
Que ainda andavas a engonhar

A Lua é uma assassina
A Lua é tua inimiga
A Lua não é menina
Com quem se queira dançar

Mas a culpa é minha
P'a que é que eu fui falar
Só p'a te tirar do sério
Só p'a te tirar sossego

A culpa é minha
P'a que é que eu fui falar
P'a que é que eu te dei chamego
A culpa não é tua

Eu é que sou borrego, borrego, borrego
Eu é que sou borrego, borrego, borrego
Eu é que sou borrego, borrego, borrego
Eu é que sou borrego
Eu é que sou
Eu é que sou borrego
Eu é que sou borrego

Eu é que sou borrego, borrego, borrego
Eu é que sou borrego, borrego, borrego
Eu é que sou borrego, borrego, bartolo, borrego, bartolo

A culpa nunca foi tua
Eu é que sou
Eu é que sou borrego
Eu é que sou
Eu é que sou borrego

Eu é que sou
Um borrego

Adicionar à playlist Tamanho Cifra Imprimir Corrigir