Caminhando pra pagar por um pouco de paz
Andando atoa por aí buscando algo na paisagem (quem pode ver)
Tanques cheios vão mais longe onde querem chegar
Não importa o preço vidas dissolvidas em carbono (pra queimar)

É preciso ser um pouco mais veloz
Tento escapar dessa prisão
Rumo ao paraíso sem olhar pra trás

Na bagagem novos truques
Pra quem nunca viu
Armas de sobrevivência
Tão comuns de onde vim (longe demais)

É preciso ser um pouco mais veloz
Tento escapar dessa prisão
Rumo ao paraíso sem olhar pra trás

Trago em meu bolso a discórdia
Trago em meu sangue a destruição
Construindo quase o mesmo
Contrariando os meus desejos
Dessa forma trago o melhor
O progresso sempre foi a solução

Tento escapar dessa prisão
Rumo ao paraíso sem olhar pra trás
Trago em meu bolso a discórdia
Trago em meu sangue a destruição

Adicionar à playlist Tamanho Cifra Imprimir Corrigir