A distopia que era mito
Fundamentada por debates mudos e evasivas
Foi endossada, foi eleita
A voz daqueles que só pensam em si
Pra defender o status quo
Que foi imposto
E governar pelo dinheiro

Presos em seu umbigo-mundo
Tudo ao redor é ponto cego, puro vitimismo
Cortar direitos, sem empatia
Privatizar a qualquer preço é progredir

E não termina assim, é só o começo
Quem paga o preço pro um por cento enriquecer
E prosperar
Visto de cima não parece tão ruim

Exílio ou prisão
Essas opções
Para quem se opõe
Não servem para nós

Resiliência
Impede de nos destruir
De golpe a golpe
Alguém precisa agir

Estamos prontos pra lutar

E não termina assim, é só o começo
Não temos medo de enfrentar o que há por vir
Sem nos calar
Os dias de autoritarismo terão fim
Terão fim

Adicionar à playlist Tamanho Cifra Imprimir Corrigir
Composição: Marcão Melloni / Ric Mastria / Rodrigo Lima · Esse não é o compositor? Nos avise.
Enviada por Porto
Viu algum erro na letra? Envie sua correção.