Porta amarela

Vejo onde ando
pra tentar não errar
imitar sorrisos
disfaçar o que sinto

Via outro mundo
era o mesmo lugar
defender segredos
esconder desejos

Viver o presente
não é deixar de conhecer o passado
O que vem pela frente
depende do que se tem do seu lado

Abre a janela
e deixa o sol entra, mudar
e veja essa dor que tu venera
Mas deixa eu tentar
trilhar sombras, do tudo ja não há.

Faços os meus planos
não sei onde chegar
pra tiver sorrindo
E dizer o que sinto

Vivo evitando
pra me acostumar
Desenhar segredos
recriar desejos

Viver o presente
não é deixar de conhecer o passado
O que vem pela frente
depende do que se tem do seu lado

Abre a janela
e deixa o sol entra, mudar
e veja essa dor que tu venera
Mas deixa eu tentar
trilhar sombras, de tudo ja não há.

Adicionar à playlist Tamanho Cifra Imprimir Corrigir