Hoje de manhã nem quis se despidir
Pra memória ficar só em prazer
Talvez volte mas nem gero expectativa
Vamo aproveitar melhor o momento

Somos prova que um instante é ouro
E é só oque agente precisava
Se encontrar numa dessas de novo
Antes de sumir que nem fumaça

Vício sem rotina, voa livre e sabe viver
Perfumando a madrugada
Pura ousadia esperou o dia todo só pra me ver
Pro lazer da madrugada

E sobra nada
Ela só passa
E deixa a marca de baton
Se cheiro ainda
Se propaga
No silêncio que ficou

Não resisto, ela me conquista
E rebola olhando pra mim
Rouba a cena, dona da pista
Oque essa malvada espera de mim?

Eu te alertei
Pra não esperar demais
Idealizar planos pra nós
Eu te avisei, te avisei mas
Você nem escutou e exitou

Lembro do início
Só nós dois bebendo num bar
Entre flerte e risada
Éramos amigos e tu me pediu pra ficar
Pro resto da madrugada

Quase impossível
Amanha tem show pra eu tocar
Nem vou desfazer a mala
Te levo comigo, tu e eu na areia de santa
Um artista e sua musa

De olhos azuis tão lindos
E o cabelo que sol tingiu
Virou um vício do tipo
With birds will share this lonely view

Recebi uma mensagem gravada
Me pediu, volta logo meu bem
Que o amor tem que morar
Na mente da gente pra tá tudo bem
E tá tudo bem

Não resisto, ela me conquista
E rebola olhando pra mim
Rouba a cena, dona da pista
Oque essa malvada espera de mim?

Temos vidas diferentes
Sei que daqui pra frente só depende de nós dois
Confiança na partida, passagem só de ida
Sonho de vagabundo

Solto pelo mundo, viajem clandestina
Saudade na bagagem vem me consumindo
Tudo lembra ela, carências e carinho e um café na cama

Acordo com beijinho
Ao som de cartola
Cantos de passarinho
Meu coração congela no meio do caminho
Em casa ela me espera

Não na nossa, mas na dela
Como um vaso de primavera esperando a gota dágua
Segue viva, bom dia flor do dia!
Ilumina minhas rimas
E irradia inspiração que aquece meu sistema solar
Ela sonha

Adicionar à playlist Tamanho Cifra Imprimir Corrigir