Um dia eu resolvi parar e olhar o mundo
E pude ver o abismo profundo
Que o rodeia
Eu vi o homem às pressas por sobreviver
E tantos confundidos, sem saber porque
Há tamanha indiferença, ódio e opressão

Eu vi uns pobres esmolando angustiados
E cegos caminhando perturbados
Sem destino
Então aquele panorama que eu vi
Foi um espelho aberto do mundo sem Deus
Marchando a passos largos para o fim

O que eu vi, foi simplesmente um mundo sem Jesus
Sem saber o seu rumo, sem conhecer
O amor de Deus
O que eu vi foi um grande conflito social
Um murmúrio e um gemido sem igual
De um mundo sem Deus

Ali eu resolvi pensar mais friamente
E vi que o problema era iminente
Que tristeza!
Eu vi uma chama acesa, sobrenatural
O dia escurecendo e um forte temporal
Assolando os homens, sem ter compaixão

Eu vi uma mulher chorando sem consolo
E uma criança pedindo socorro
Que tristeza!
Então eu pude ver o mundo atual
Quando parei um pouco e não suportei
Ver o homem sofrendo o seu mal

Eu vi o homem envolvido em seus problemas
A guerra, a morte e o homem em dilema
Que tristeza!
Eu vi um homem nascer fora e viver
E todo o universo sem compreender
É mesmo o fim dos tempos, quanta evolução!

Eu vi um morto conduzindo a maioria
E alguns que lamentando, diziam
Que tristeza!
Só mesmo Cristo continua a esperar
A todos quantos queiram o aceitar
Pra descansar um dia em Sião!

O que eu vi, foi simplesmente um mundo sem Jesus
Sem saber o seu rumo, sem conhecer
O amor de Deus
O que eu vi foi um grande conflito social
Um murmúrio e um gemido sem igual
Um mundo sem Deus

Adicionar à playlist Tamanho Cifra Imprimir Corrigir

Posts relacionados

Ver mais no Blog