Perdoa-me!
Porque fiz te Ti uma religião
Porque fiz da adoração um ritual
Fiz até da minha arte uma “paixão”

Perdoa-me...
O sucesso me subiu à cabeça
A soberba do artista me atingiu
E o temor se foi, o amor se foi...

Não percebi que falava de Ti sem essência
Que cantava pra Ti sem essência
Que o dom e o chamado era Teu

Mas eu voltei
Mas apaixonado do que antes
Enganei só não a Ti
Enganei só não a Ti, Jesus...
E voltei pra Ti
E voltei pra Ti...

Adicionar à playlist Tamanho Cifra Imprimir Corrigir