Laço delicado trançado de seda
Teus lindos cabelos ao vento em açoite
Fazem melodia aos versos que se vão
Mesclando saudade a escuridão da noite
Com teu jeito meigo cruzou meu caminho
Não ando sozinho quando penso em ti
E o meu coração triste e desimportante
Pede pra que eu cante pois te conheci.

Saudade judía e as noites são longas
Domando milongas que eu mesmo escrevi
Trazendo no cheiro mais puro das flores
Meus tantos amores guardados pra ti.

Pelas primaveras do peito tapera
Esta longa espera cala o cantador
Este peão campeiro que ao mirar distância
Se rede em lembranças de ti bela flor
Depois deste inverno te quero comigo
Foi grande o castigo pra quem só te quer
Enfeita o meu rancho nos fins de semana
Mistura pampeana de flor e mulher.

Adicionar à playlist Tamanho Cifra Imprimir Corrigir
Composição: Eder Oliveira Nativo / Volnei Gomes · Esse não é o compositor? Nos avise.
Enviada por Carla
Viu algum erro na letra? Envie sua correção.