A gaita chora na vaneira num balanço de patrão
Batendo o garrão no chão fazendo a espora cantar
Gosto de me entreverar com a mais linda chinoca
E nas bailantas campeiras faço a poeira levantar
E quando a tarde cai vem chegando o fim do dia
Volto pro rancho na estância cortando as sesmarias

Vou de rodeio em rodeio gosto mesmo é de laçar
E sem tem prenda bonita não saio sem namorar

Vou de rodeio em rodeio gosto de me encambichar
Meu pingo mascando o freio na hora de enfrenar
Pega a estrada a trote e já me chego por lá
De longe avisto o rancho to louco pra farriá
Já escuto a cordeona num tranco de abobá
O truco correndo froxo hoje vou me apaixonar

Adicionar à playlist Tamanho Cifra Imprimir Corrigir