Num surungo de rancho chego de a cavalo
Me vou pro embalo xucro do gaiteiro
Pego a mais lindaça que tá me bombeando
E saio marcando porque sou campeiro
Choraminga a gaita formando o entreveiro
Chaqualeando as ancas rasgando o baxeiro
Levantando o pó balança o candiero
Cruzo a madrugada bailando faceiro

Tem alma de gaiteiro por isso é taita
No fole da gaita se faz missioneiro

A cordeona roncando a noite pequena
Tinindo a chilena me vou pro povoeiro
Gosto de salceio chego e me atraco
Levanta cavaco na luz do candiero
Levantando pó bailando faceiro
Chaqualeando a gaita formando o entreveiro
Finda a madrugada volto pela estrada
Levo a prenda amada pro rancho campeiro

Adicionar à playlist Tamanho Cifra Imprimir Corrigir