Raiou um novo sol no horizonte,
Gente aposta, viva, simples, vigilante,
Ventos nobres que escorrem pelos ares,
Tecerão nosso destino em verdes mares,
De querer livre esta Cidade,
Sem a guerra que profana a verdade.

A fé que me conduz a navegar,
No balanço destemido do teu mar,
És tu Imbé, meu leito forte, és inteiro,
Um prelúdio anunciando o despertar.

São retos e sadios os ideais,
Serão justos com injustos porque todos são iguais,
Será fértil a terra os homens, o poder da criação,
Será cega a justiça, como livre a razão.

Adicionar à playlist Tamanho Cifra Imprimir Corrigir