Ouço o apito do trem, tem fumaça no horizonte
É o imigrante que chega de uma terra tão distante
Na bagagem a confiança, traz a enxada na mão
E sementes de esperança pra semear neste chão.

Portão, meu chão, terra boa pra morar
Entre o Sinos e o Caí, este aqui é o meu lugar.

Aqui se plantava o linho, aqui se criavam bois
Primeiro foste caminho pra ser povoado depois.
Hoje és grande cidade, orgulho do Sul do País
És um elo entre dois vales e o teu povo é mais feliz.

Portão, meu chão, terra boa pra morar
Entre o Sinos e o Caí, este aqui é o meu lugar.

Teu povo trabalhador fez a terra prosperar
Com carinho, fé e amor construímos nosso lar.
Venha conhecer Portão, estamos a te esperar
Com o Portão sempre aberto para quem quiser chegar.

Portão, meu chão, terra boa pra morar
Entre o Sinos e o Caí, este aqui é o meu lugar.

Adicionar à playlist Tamanho Cifra Imprimir Corrigir