tradução automática via Revisar tradução

Apotheosis

A will
Inner strenght
To go through pain

Can you think
You can hold this world
In thy hands?
Lay down
Grasp for air
Disemboweled being
Scrap doll

Thousand thorns had grown up
Thousand nails through thy eyes
Exhult, exhort and face

Or drown in everyday's misery
To become a shade
Just as everyone
In the flattening of the world

Souring taste
Of cynic words
Feed thy biferness
Reach Apotheosis

Words are wind
Memories are stones
That you raise each day

No salvation expected
For the mourner
Ad nauseam (Hell is so real)

You can wait for long
A sign, a light
From the sky
Better lose in an ocean of tears
So blue
So cold
Little taste of Death

Words would never heal
A glance at the world
Of utter ugliness

Admit
It will never end
Despair succeed to despair
Succeed to despair
Succeed to despair
Ages never change us
Whatever you can be

Bear your cross
Be nailed on it
But, you won't
Be the expected messiah

Remember

Words remain wind
Memories, stones
Would you carry it each day?

There's no salvation expected
For the mourner
Apotheosis
Awaken 'till the end

Wiil that fades
Vanished strength
Empty shell

How can you hold the world in thy hands now?
You've drown in everyday's misery
Just like a shade, like "them"

Apotheosis
Little mourner
Just another min's withening

Apoteose

A vontade
Força interior
Para passar a dor

Você pode pensar
Você pode manter esse mundo
Em tuas mãos?
Estabelecer
Segure o ar
Estripado ser
Sucata boneca

Mil espinhos cresceram
Mil pregos através teus olhos
Exhult, exortar e rosto

Ou afogar-se na miséria do cotidiano
Para se tornar uma sombra
Assim como todos
No achatamento do mundo

Gosto Souring
De palavras cínico
Alimentar o teu biferness
Alcançar Apoteose

As palavras são vento
As memórias são pedras
Que você levantar todos os dias

Sem salvação esperado
Para o enlutado
Ad nauseam (Inferno é tão real)

Você pode esperar por muito tempo
Um sinal, uma luz
Do céu
Melhor perder em um oceano de lágrimas
Tão azul
Tão frio
Gostinho da Morte

Palavras nunca vai se curar
Um olhar sobre o mundo
Da feiúra total

Admitir
Ela nunca vai acabar
Desespero suceder ao desespero
Suceder ao desespero
Suceder ao desespero
Idade nunca nos mudar
Tudo o que você pode ser

Tenha sua cruz
Ser pregado nele
Mas, você não vai
Seja o messias esperado

Lembrar

Palavras permanecerem vento
Memórias, pedras
Quer levá-lo a cada dia?

Não há salvação esperado
Para o enlutado
Apoteose
Desperte até o fim

Wiil que desaparece
Força desapareceu
Concha vazia

Como você pode manter o mundo em tuas mãos agora?
Você se afogar na miséria do cotidiano
Assim como a sombra, como "eles"

Apoteose
Pouco enlutado
Apenas withening de outro min

Original Adicionar à playlist Tamanho Cifra Imprimir Enviar

Posts relacionados

Ver mais posts