Bem, entenda que é preciso resolver
Bem, entenda
Bem, entenda os meus passos circulares
Então, bem, entenda
Claramente sei que quase sempre eu escondo até as
sombras
Meu caminho, olhem, já é longo
Não seria seguro confiar em ninguém
E eu vivo a andar, a procurar
Conselhos eu guardo no bolso
Que entendam, à gosto, eu não vou parar
E eu, vivo a andar, a procurar
Conselhos eu guardo no bolso
Que entendam, à gosto, eu não vou parar
Bem, entenda as pausas longas do meu texto
Então, bem, entenda
Bem, entenda as entrelinhas do silêncio
Então, bem, entenda
Difícil achar palavras tão sensíveis que não expressem
tanta dor
É simples ser de fato mais sensato
E ser direto, sem medo de ser o que sou
E eu vivo a andar, a procurar
Conselhos eu guardo no bolso
Que entendam, à gosto, eu não vou parar
Quase sem parar, eu vivo a procurar
Conselhos eu guardo no bolso
Que entendam, à gosto, eu não vou parar

Adicionar à playlist Tamanho Cifra Imprimir Corrigir
Composição: Ivan Parente. Essa informação está errada? Nos avise.
Enviada por Viviane. Revisões por 2 pessoas . Viu algum erro? Envie uma revisão.

Posts relacionados

Ver mais posts