Foto do artista João Luiz Corrêa

Quando Tapeia o Chapelão

João Luiz Corrêa


Todo fandango tem peão
Todo fandango tem guria
Mas só quando se abre a cordeona
É que a sala se tapa de alegria, meu companheiro

E vamo' lá, moçada véia', chacoalhar o charque na sala, companheiro

Todo fandango tem peão
Todo fandango tem guria
No fandango, a rapaziada atravessa a madrugada
No compasso da alegria

Todo fandango tem peão, tem, tem
Todo fandango tem guria, guria
No fandango, a rapaziada atravessa a madrugada
No compasso da alegria

Mas a sala fica cheia
Quando a gaita corcoveia, falta espaço no salão
O gaiteiro mostra o jeito, bate o taco estufa o peito
E vai tapeando o chapelão

Mas a sala fica cheia
Quando a gaita corcoveia, falta espaço no salão
O gaiteiro mostra o jeito, bate o taco estufa o peito
E vai tapeando o chapelão

Quando tapeia o chapelão
Tem vanerão, tem vanerão
Quando tapeia o chapelão
Tem vanerão, tem vanerão

Quando tapeia o chapelão
Tem vanerão, tem vanerão
Quando tapeia o chapelão
Tem vanerão, tem vanerão

Todo fandango tem peão
Todo fandango tem guria
No fandango, a rapaziada atravessa a madrugada
No compasso da alegria

Todo fandango tem peão, tem, tem
Todo fandango tem guria, guria
No fandango, a rapaziada atravessa a madrugada
No compasso da alegria

Mas a sala fica cheia
Quando a gaita corcoveia, falta espaço no salão
O gaiteiro mostra o jeito, bate o taco estufa o peito
E vai tapeando o chapelão

Mas a sala fica cheia
Quando a gaita corcoveia, falta espaço no salão
O gaiteiro mostra o jeito, bate o taco estufa o peito
E vai tapeando o chapelão

Quando tapeia o chapelão
Tem vanerão, tem vanerão
Quando tapeia o chapelão
Tem vanerão, tem vanerão

Quando tapeia o chapelão
Tem vanerão, tem vanerão
Quando tapeia o chapelão
Tem vanerão, tem vanerão

Adicionar à playlist Tamanho Cifra Imprimir Corrigir