Subo serra, desço serra,
vejo terra vejo céu
vejo mato, só não vejo o fim da estrada

vem janeiro,vai janeiro
o ano inteiro a caminhar
só gritando e lhe dando com boiada

agora vou,
quero encontrar o fim da estrada
pra vender minha boiada, e quardar meu dinheirinho

pedir a deus o meu cantinho sossegado
juro que estou cansado
de viver assim sozinho

ter minha, meu amor, e meu filhinho
o mundo é grande e terá outro caminho
ter minha casa, meu amor e meu filhinho
o mundo é grande e terá outro caminho

QUE VALE A VIDA SEM UM POUCO DE CARINHO

Adicionar à playlist Tamanho Cifra Imprimir Corrigir