Já sei por onde correr
Não tenho quase nada a perder
As páginas que escrevi
Esse é meu jeito de ser
Reto, torto, fino ou largo
Já sei mesmo por onde correr

As rádios ambulantes estão por aí
Esperando a sua primeira manchete
Morte, abuso, casos secretos
Extra! O fulano ali não é mais discreto

E o mundo é feito uma pequena rua
Entre dez notícias sobra apenas uma

Pobre gente mal amada que não sabe como viver
Pois não aprenderam a seguir sua estrada
E não sabem nem por onde correr

Olha ali na calçada
Tem uma câmera de plantão
E a manchete de hoje diz que eu estava num caixão
Não adianta, esse é o meu jeito de ser
E eu já sei por onde correr

E o mundo é feito uma pequena rua
Entre dez notícias sobra apenas uma

Se você pelo menos não parecer normal
Já és então a notícia principal

Pobre gente mal amada que não sabe como viver
Pois não aprenderam a seguir sua estrada
E não sabem nem por onde correr
(E não sabem nem por onde correr)...

Adicionar à playlist Tamanho Cifra Imprimir Corrigir