Olho pra estrada, solto a sua mão
Agradeço a caminhada
Mas eu vou em outra direção

Me perdoe pelas palavras cruéis
Mas doeu demais
Olhar pro horizonte e não te ver
No coração

Me perdoe pelas palavras cruéis
Doeu demais

Corto a estrada nessa bifurcação
Obrigada pelo tempo de estada
Mas eu vou tocar o meu próprio cordão

Me perdoe pelas palavras cruéis
Mas deu um vazio
Sonhar com a minha vida e não imaginar
Suas comparações surreais
Entre as estrelas em volta de Andrômeda
E o meu manto azul moderno

Entre as estrelas em volta de Andrômeda
E o meu manto azul moderno
Entre as estrelas em volta de Andrômeda
E o meu manto azul moderno

Adicionar à playlist Tamanho Cifra Imprimir Corrigir