É pelo mais puro sentimento que sou movido
a vida fez de mim um louco fez de mim bicho
bicho feio pra quem se sente o mais bonito
não uso fantasia oque que voce que comigo
sou oque sou não sou familia não sou banca
eu sou paz no peito não uso camisa branca
não faço sinal aqui olho no olho cara a cara
enquanto o bicho loko faz os papagaios fala

quando loko tromba loko tem locura
seu grito de liberdade a poesia senssura
quando loko tromba loko tem locura
clamando pela paz demoro vem e me fura

no peito o criador fez um coração que chora
uma mente fraca que deu bonde da escola
com doze um amigo intimo do sapateiro
atraz de dinheiro pra fissura não tinha freio
que merda botaram o poste no meio da rua
bateu de frente bateu as asas pras altura
direto pra cima foi com eco quem deu o grito
quem lhe amou de joelhos em caco de vidro

quando loko tromba loko tem locura
seu grito de liberdade a poesia senssura
quando loko tromba loko tem locura
clamando pela paz demoro vem e me fura

Adicionar à playlist Tamanho Cifra Imprimir Corrigir